Parque natural das serras de Aire e Candeeiros

Parque natural
Registo Público

Descrição

Esta área engloba as serras de Aire e Candeeiros e os planaltos de Sto. António e de S. Mamede e foi classificada como parque natural por ser o conjunto mais importante de formações calcárias em Portugal.
Na área existem os seguintes habitats: montanhas com vertentes declivosas ou escarpadas, afloramentos rochosos, grutas, matos e florestas. De realçar a existência de numerosos cursos de água subterrâneos e a inexistência destes na superfície. Nas florestas predomina o carvalho, mas existem também formações com azinheira, oliveira e castanheiro. Nos matos predominam o carrascal e plantas aromáticas e medicinais como o alecrim, a salva-brava e o rosmaninho.

Importância ornitológica

Nesta área existe o registo de 136 espécies. Destaque para a Águia-cobreira (Circaetus gallicus), o Bufo-real (Bubo bubo), a Escrevedeira-de-garganta-preta (Emberiza cirlus), a Gralha-de-bico-vermelho (Pyrrhocorax pyrrhocorax) e o Melro-azul (Monticola solitarius).

Informação geográfica

39.510991°, -8.817173°

Ameaças

Informação ainda não disponível

Usos do solo

Informação ainda não disponível

Estatutos de conservação

Informação em Português

Registos públicos

Polje de Mira-Minde e nascentes associadas

Estatutos de conservação especifícos: Zona Húmida de Importância Internacional (Ramsar)
Informação ainda não disponível.